As absolute is by amounted repeated entirely returned

Planejamento contábil: A importância de um para o sucesso das empresas

Planejar é a chave para o sucesso de qualquer empresa e isso se aplica a todos os seus setores. É preciso planejar o momento certo de lançar um novo produto, os passos de uma campanha de marketing, o processo de abertura de uma nova unidade e com a contabilidade não é diferente. O planejamento contábil é essencial para manter o equilíbrio financeiro, garantindo a sustentabilidade e o crescimento do negócio. Veja a seguir o que é e por que ele é importante.

 

O que é planejamento contábil?

 

É uma atividade que pode ser realizada dentro da própria empresa ou por uma consultoria externa. Um dos seus principais objetivos é garantir o cumprimento de todas as obrigações fiscais do negócio, estejam elas atreladas ao pagamento dos colaboradores, à compra e venda das mercadorias, insumos e quaisquer outras movimentações sobre as quais incidam tributos.

Além de ficar em dia com o Fisco evitando multas e outras sanções, por meio desse planejamento também é possível reduzir o valor da carga tributária dentro do que permite a lei. Veja a seguir essas e outras vantagens que tornam esse planejamento tão importante para os empreendimentos de todos os portes e segmentos.

 

Definição de regime tributário

 

Uma das funções do planejamento contábil é definir qual é o regime de tributação mais viável e no qual a empresa possa ser encaixada de acordo com as suas características e as determinações legais. Por exemplo: as microempresas e empresas de pequeno porte podem ser enquadradas no Simples Nacional, um regime que reúne todos os impostos em um único pagamento, chamado DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional).

Além dele, existe o Lucro Presumido, no qual o Imposto de Renda e a Contribuição Social sobre o Lucro se baseiam em uma margem de lucro pré-fixada. Já no Lucro Real, esses mesmos tributos incidem sobre o lucro apurado pela contabilidade e normalmente é um regime que beneficia empresas com uma margem de lucro mais baixa.

Uma das primeiras etapas do planejamento tributário é analisar todas as opções e escolher aquela que faz o empreendedor pagar menos impostos sem infringir a lei, processo conhecido como elisão fiscal.

Além disso, também programa e empresa para passar de um regime para o outro para acompanhar o seu crescimento. Por exemplo: o Simples Nacional só pode ser o regime de tributação de empresas que faturem X. Se o faturamento ultrapassar esse limite, será preciso modificar o sistema de tributação e o planejamento contábil garante que isso seja feito da maneira mais segura.

 

Acompanhamento da legislação tributária

 

As leis que regem a tributação no Brasil são alteradas constantemente. E sempre que uma nova mudança é sancionada, as empresas têm a obrigação de se adequar a ela para não serem multadas ou sofrerem outras punições. O planejamento contábil ganha mais uma importância nesse cenário: acompanhar de perto a legislação tributária.

Quando esse monitoramento é eficiente, assim que uma nova medida começar a ser discutida, a empresa já terá conhecimento sobre ela. Caso venha a ser implementada no futuro, os gestores terão tido tempo de se programar para cumprir as novas obrigações que vierem com ela. Além disso, também será possível analisar mais profundamente o teor das novas propostas que surgem, para verificar se elas podem beneficiar o negócio de algumas formas.

Adaptar-se a esse tipo de mudança legislativa é uma responsabilidade do empreendedor. E por isso, ter a certeza de que discussões acerca do nosso sistema tributário estão sendo monitoradas é imprescindível para que as empresas exerçam sempre suas atividades dentro dos limites que a lei impõe.

 

Recuperação de pagamentos passados

 

Se uma empresa passa um tempo existindo sem o suporte de um planejamento contábil correto, quando ele é implementado, ela pode ganhar dinheiro, literalmente falando. Isso porque a legislação brasileira prevê que, se no passado um empreendimento pagou impostos que não deveria ou mesmo num valor acima do que seria adequado de acordo com as suas características, ela tem o direito de reaver esse dinheiro que foi pago “indevidamente”.

Portanto, o planejamento contábil pode investigar o passado de tributações de negócio e, ao verificar esse tipo de irregularidade, solicitar o ressarcimento do valor. Na maioria dos casos, o empresário ganha em crédito tributário para compensar o imposto que será pago posteriormente. Mesmo assim, o ganho é significativo, visto que podendo pagar um valor menor nos tributos, a diferença pode ser reinvestida para ampliar a participação da empresa no mercado.

 

Gestão financeira mais precisa e qualificada

 

Mais do que ser uma simples atividade operacional, o importante é que o planejamento contábil seja conduzido sob uma perspectiva estratégica. Uma das formas de se fazer isso é viabilizando a sua integração com a gestão financeira geral da empresa.

Assim, o plano orçamentário e as projeções do fluxo de caixa passam a incluir o valor a ser gasto com tributos, garantindo que o panorama traçado seja muito mais exato. Com uma gestão financeira precisa, o gestor tem informações mais detalhadas para dar suporte à tomada de decisões que envolvem as finanças, como por exemplo, quanto investir em uma campanha de marketing ou trocar o fornecedor de uma determinada categoria.

Se os tributos não estiverem inclusos nesse controle financeiro, ele pode se tornar um gasto “imprevisto” que comprometa de forma séria o orçamento da empresa. Vale lembrar que muitos negócios chegam a fechar as portas simplesmente por não terem uma gestão de finanças adequada, bem conduzida e que integre literalmente todas as movimentações financeiras.

Os gastos com planejamento contábil realmente podem ser chamados de investimentos, porque essa atividade ajuda a organizar a empresa nos âmbitos fiscal e financeiro e os frutos serão colhidos por todos os anos que vierem a seguir. Depende de cada gestor definir se compensa mais colocar esse setor dentro da própria empresa ou terceirizá-lo. O importante é que ele exista!

Quer saber mais sobre contabilidade, tributação e assuntos semelhantes? Leia nossos outros artigos e acompanhe as atualizações do nosso blog. Estamos sempre trazendo novos conteúdos que podem ajudar a sua empresa a crescer cada vez mais e melhor!

 

Edição Blog Contabilidade Cidadã

 

Conheça o Curso Formação de Empreendedor Contabil - Avançado

 

O objetivo do Formação de Empreendedor Contábil - Avançado  é entregar um conteúdo tão valioso de uma forma tão assustadora que qualquer aluno consiga sair de uma pessoa que não tem conhecimento nenhum sobre PLANEJAMENTO, ESTRUTURA, MARKETING CONTÁBIL, ROTINAS CONTÁBEIS E FISCAIS, DEPARTAMENTO PESSOAL e outros, se torne um expert em modelo de negócio contábil de sucesso e com condições de fechar com clientes e prestar consultoria de forma diferenciada. 

Será uma verdadeira Especialização em MODELO DE NEGÓCIO CONTÁBIL, e você pode ter certeza que esse será o curso mais completo sobre o assunto do país. 

Está preparado para fazer seu Escritório Contábil ter Sucesso? Não perca tempo, clique no link abaixo e transforme sua carreira profissional!

Acesse: http://bit.ly/CursoEmpreendedorContábil